Faltou o prémio à exibição lusa
09/03/2016

Boa segunda parte e golo de Diana Silva não evitam derrota frente à Dinamarca (1-3)

Faltou o prémio à exibição lusa

Portugal não conseguiu escapar ao oitavo lugar na Algarve Cup, após a derrota desta quarta-feira frente à Dinamarca por 1-3. Os erros defensivos voltaram a comprometer as possibilidades lusas num desafio em que Francisco Neto procedeu a várias alterações apostando numa maior frescura física do onze. Uma segunda parte de boa qualidade da equipa portuguesa justificaria outro resultado.

A Seleção entrou praticamente a perder no jogo. Aos 4′, na sequência de um canto, Janni Jensen cabeceia à vontade no coração da área para Troelsgaard a emendar sem oposição à boca da baliza. E é a mesma dupla dinamarquesa que produz o segundo golo, oito minutos depois. Um lançamento muito longo de Janni Jensen ao qual só acorre a avançada da Dinamarca, desfeiteando sem dificuldade Patrícia Morais. Duas situações em que a defesa lusa não consegue responder de forma eficiente.

Só então Portugal consegue reagir, assumindo um posicionamento mais ofensivo. Aos 15′, Cláudia Neto desfere um potente remate para grande defesa de Petersen. A camisola 7 assume a dinamização do ataque e a equipa das Quinas consegue criar situações para reduzir a desvantagem, mas Edite Fernandes e a própria Cláudia Neto não conseguem bater a guarda-redes dinamarquesa.

Na segunda metade, após a entrada de Vanessa Marques e Tatiana Pinto, Portugal domina por completo o jogo. Empurra as adversárias para o seu meio-campo e vai criando situações flagrantes para marcar. Aos 56′, Vanessa Marques, em boa posição, permite a intervenção de Cecilie Kramer e, seis minutos depois, uma assistência primorosa de Inês Silva isola Diana Silva que volta a fazer brilhar a guardiã escandinava.

Por fim, pouco depois de uma grande penalidade clara que a árbitra não assinala (num torneio em que Portugal tem muitas razões de queixa), Diana Silva chega ao golo. Muito marcada, a avançada do Albergaria Mazel consegue encontrar espaço para aplicar o remate de pé esquerdo, fora do alcance da guarda-redes adversária.

Portugal não deixou de procurar o golo, mas um lance infeliz de Fátima Pinto, após nova desatenção defensiva, repõe a vantagem dinamarquesa nos dois tentos. A mesma Fátima Pinto desfere um poderoso remate que leva o esférico a embater com estrondo na barra.

Um jogo que voltou a confirmar o grande potencial da Seleção Nacional, mas também a necessidade de evoluir nos processos defensivos. O conjunto de resultados nesta Algarve Cup acaba por não traduzir a qualidade que a equipa revelou.

 

Ficha de jogo

Portugal vs. Dinamarca 1-3

Estádio do Parchal

Marcadoras: Sanne Troeslgaard (4′ e 12′), Diana Silva 73′, Fátima Pinto (p.b. 81′)

Portugal: Patrícia Morais, Matilde Fidalgo, Sílvia Rebelo, Raquel Infante, Inês Silva, Fátima Pinto, Amanda da Costa (Tatiana Pinto 52′), Suzane Pires (Solange Carvalhas 78′), Cláudia Neto (Carolina Mendes 78′), Diana Silva (Catarina Almeida 87′) e Edite Fernandes (Vanessa Marques 53′).

Suplentes não utilizadas: Neide Simões, Rita Fontemanha, Carole Costa, Mónica Mendes, Dolores Silva, Ana Borges e Vanessa Rodrigues.

Treinador: Francisco Neto

Dinamarca: Stina Petersen; Lina Hansen, Janni Jensen, Lise Munk, Line Jensen, Julie Jensen, Johanna Rasmussen, Mie Jans, Theresa Nielsen, Nanna Christiansen e Sanne Troeslgaard.

Jogaram ainda: Cecilie Kramer (46′), Rikke Sevecke (46′), Frederikke Thogersen (46′), Louise Kristiansen (46′), Cecilie Sandvej (63′).

Treinador: Nils Nielsen

Notícias Relacionadas

WUP Sports

WUP Sports

WUP Sports

Informamos que o site wup.pt não é atualizado desde dia 1 de junho de 2016, mas contém ainda todas as notícias e vídeos elaborados antes.

Para mais informações, contacte-nos através das nossas redes sociais ou e-mail (geral@wup.pt) e inscreva-se na nossa newsletter!

error: Conteúdo protegido